Você está em: Nossa Região / TUPÃ
TUPÃ

Há registros em cartas geográficas do estado de São Paulo, datadas do final do século XIX, que a área em que a cidade de Tupã esta localizada era denominada como “terrenos desconhecidos” por não ter sido até então desbravadas ou ocupadas para o plantio de café (ciclo econômico atual do período).

No ano de 1888, o então Senador da República Luiz de Toledo Piza e Almeida, fazendeiro, proprietário de uma casa de exportação em Santos, comerciante de terras e Secretario da Agricultura do Estado de São Paulo por diversas vezes, apropriou-se de três mil alqueires de terras na região do rio Aguapeí para iniciar o plantio de café. Anos depois adquiriu de outros proprietários uma área de noventa e quatro mil alqueires, dando origem a Fazenda Guataporanga, indo do município de Oriente até Lucélia.

Lélio de Toledo Piza e Almeida herda as terras de seu pai (Luiz de Toledo Piza e Almeida) e no ano de 1922 desmembra quatro mil alqueires da fazenda para vendê-los a Manoel Antônio Alves Sobrinho, que por sua vez vendeu cem alqueires dessas terras a Empresa Melhoramentos da Alta Paulista, tendo como proprietários Luiz de Souza Leão, João Ribeiro do Val e Eurípides Soares da Rocha, em maio de 1929 e tendo sua escritura lavrada no cartório de Juliápolis (Atual Juliânia) no dia 15 de agosto do mesmo ano.

Com as saídas de João Ribeiro do Val e Eurípedes Soares da Rocha a empresa juridicamente passa a ser nominal Luiz de Souza Leão.

A primeira moradia de Tupã foi finalizada no dia 12 de outubro de 1929 e nessa casa durante a realização de um almoço onde se fizeram presentes autoridades das regiões circunvizinhas o Sr. Luiz de Souza Leão declarou fundada a cidade.

Com a chegada do progresso, as ferrovias alastravam-se pela região e Tupã não ficaria fora desse desenvolvimento.

De acordo com as normas da Companhia Paulista de Estradas de Ferros, a denominação das estações ferroviárias seguiriam a ordem alfabética, sendo Santana (atual Herculândia) a última estação da linha, o nome da próxima cidade teria que iniciar com a letra T, daí o surgimento do nome Tupã, conciliando uma homenagem aos primitivos habitantes da região; os índios e seguindo as normas da Companhia.

Tupã é uma palavra de origem indígena onde “Tu” significa som e barulho e “Pan” significa expansão. Um significado mais popular para essa palavra é “Deus do Trovão” ou ainda “Espírito Bom”.

Em junho de 1933 Luiz de Souza Leão transferiu sua residência para Tupã e desta forma começou o desenvolvimento da cidade, passando a distrito de Paz em 24 de agosto de 1935. Em 1938 no dia 30 de novembro, Tupã tornou-se Município pelo Decreto Lei Nº 9775, cuja instalação ocorreu em 1º de janeiro de 1939. O progresso do município continuou marcante, e no dia 13 de junho de 1945, Tupã via instalada sua sede em comarca.

Em 1º de janeiro de 1948 tomou posse o primeiro prefeito municipal de Tupã, Sr. Alonso de Carvalho Braga, eleito pelo sistema de sufrágio universal. Prefeito este que através de uma Lei Municipal, escolheu como Santo Padroeiro da Cidade, São Pedro cuja comemoração é no dia 29 de junho.

 

CALENDÁRIO DE EVENTOS
DIA 01/08/2017 AO DIA 30/08/2017
EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA "OS INVISÍVEIS"
Publicidade
VIDEOS
NEWSLETTER
Rua Bonfim, 460 - Alto Cafezal, Marília/SP - CEP 17502-060, + 55 14 3422-3056          •          © COPYRIGHT 2015 MARÍLIA E REGIÃO CONVENTION & VISITORS BUREAU.